Links de Acesso

Rihanna‬ criou programa de bolsa de estudo para estudantes universitários estrangeiros

  • Redacção VOA

A bolsa que vai proporcionar entre 5 mil dólares a 50 mil, renovável todos os anos consoante bom aproveitamento académico, destina-se a cidadãos do ‪‎Brasil‬, ‎Barbados,‬ ‎Cuba,‬ ‪‎Haiti‬, ‎Granada‬, ‎Guiana‬ e‪ ‎Jamaica‬.

A bolsa vai ser gerida pela Fundação Clara Lionel, que Rihanna criou em 2012 com o objectivo de melhorar a qualidade de vida das comunidades a nível global, nas áreas da saúde, educação, artes e cultura.

A queda de Rihanna para actos solidários não é de hoje. Ela doou 1.75 milhões de dólares a um hospital dos Barbados e participou numa campanha de recolha de fundos, com a marca de cosméticos MAC, para ajudar pessoas com HIV-SIDA.

Muitos dos estudantes dos países contemplados com a bolsa de Rihanna não têm uma representatividade elevada, no quadro dos estudantes estrangeiros nos Estados Unidos. Segundo dados do Instituto Internacional para a Educação, que é igualmente responsável pela orientação para programas como o Fulbright, Barbados tem menos de 300 estudantes nos Estados Unidos, Cuba tem apenas 94 e Brasil é o que está melhor representado com 23.675.

Quem sabe com esta bolsa ela consegue que o número seja maior.
As inscrições já estão abertas em http://bit.ly/1qbSVND e a data limite de recepção da sua candidatura é 10 de Junho.

XS
SM
MD
LG