Links de Acesso

Restrições às importações em Angola suspensas “provisoriamente”


Angola, Luanda, Banco Nacional

Angola, Luanda, Banco Nacional

O decreto-executivo do Governo angolano que impunha restrições a importações de produtos básicos e bebidas que estava em vigor desde 23 de Janeiro foi suspenso pelas autoridades de Luanda. A intenção das autoridades de Luanda com a decisão visava estimular a produção local e diversificar a economia, que está a ser muito afectada pela queda do preço do petróleo.

Entretanto, segundo o jornal português Público, o diploma não está a ser aplicado. A mesma fonte indica que, na base desta decisão, esteve um esforço político e diplomático de Portugal, que contou ainda com o envolvimento da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Luís Miguel Santos Moura, delegado em Angola da AICEP, a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, confirmou em declarações à RTP em Luanda que “a implementação das quotas está suspensa”.

XS
SM
MD
LG