Links de Acesso

Responsável militar da Tailândia confirma sinais de avião

  • VOA Português

A screen on board Malaysia Airlines Boeing 777-200ER flight MH318 shows the plane's flight path as it cruises over the South China Sea from Kuala Lumpur towards Beijing, at approximately the same point when on March 8 flight MH370 lost contact with air tr

A screen on board Malaysia Airlines Boeing 777-200ER flight MH318 shows the plane's flight path as it cruises over the South China Sea from Kuala Lumpur towards Beijing, at approximately the same point when on March 8 flight MH370 lost contact with air tr

Apesar da grande operação internacional de busca, as autoridades tailandesas não partilharam esta informação até terça-feira porque não foram especificamente questionados a respeito.

A imprensa da Tailândia revelou hoje que radares militares do país detectaram na noite de 8 de Março sinais de um aparelho não identificado logo após o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines dos radares de navegação aérea.

O sinal supostamente detecta uma viragem em direcção ao Estreito de Malaca, apesar de ser um sinal intermitente que não incluía dados como o número de voo, indicou o porta-voz da Força Aérea da Tailândia, Montol Suchookorn.

"Não demos demasiada atenção ao sinal. A Força Aérea tailandesa só se ocupa das ameaças contra o nosso país, quando não representa ameaças para nós, simplesmente observamos sem tomar acções", disse o militar, citado pelo jornal Bangkok Post.

Apesar da grande operação internacional de busca, as autoridades tailandesas não partilharam esta informação até terça-feira porque não foram especificamente questionados a respeito, refere a edição matutina do diário.

O voo MH370 da Malaysia Airlines descolou de Kuala Lumpur na madrugada de 8 de Março e estava previsto chegar a Pequim seis horas depois, mas desapareceu do radar 40 minutos após a descolagem.

Depois de dias de busca no Mar do Sul da China, as operações de resgate estão agora concentradas numa grande área que inclui regiões da Ásia Central e o sul do oceano Índico.

Segundo os últimos dados de satélite recolhidos, o avião pode ter voado para norte, numa área compreendida entre Laos e o mar Cáspio, ou até ao sul, entre a ilha indonésia de Sumatra e o sul do Índico.

Mais de 40 aeronaves e 34 barcos participam nas buscas, incluindo mais de uma dezena de aviões Orion P-3 e Hércules C-130.
XS
SM
MD
LG