Links de Acesso

Filipe Nyusi responsabiliza Renamo pelos ataques no país

  • William Mapote

Filipe Nyusi

Filipe Nyusi

O Presidente moçambicano voltou a responsabilizar nesta sexta-feira, 3, a Renamo pelas mortes que prevalecem no centro do país.

“Moçambique vive, hoje, atrocidades perpetradas pela Renamo no centro do país, provocando mortes e sofrimento dos moçambicanos”, disse Filipe Nyusi num encontro com recém-licenciados em enfermagem durante uma visita que realiza a Maputo.

“Enquanto o vosso empenho (enfermeiros) é para acrescentar o valor à vida, reduzindo as mortes e sofrimento, há quem provoque mortes, feridas, matando e dificultando a vida dos moçambicanos”, disse Nyusi, que ainda condenou a quem chamou de amigos que promovem a morte.

“Condenamos as mortes dos moçambicanos e os moçambicanos pedem a outros moçambicanos, aos nossos amigos, para não acarinharem a morte dos moçambicanos, para não matar a esperança do povo”, disse, deixando uma advertência quase que enigmática: “O tempo revolta-se e o peso da culpa prevalece. Os membros da Renamo, de um lado, e outros moçambicanos, do outro lado, merecem a vida”.

Antes, os enfermeiros recém graduados disseram que os cidadãos sentem-se “ameaçados pelos ataques armados que, de certa forma, ceifam vidas de moçambicanos”, mas manifestaram a esperança de que a actual situação termine em breve.

XS
SM
MD
LG