Links de Acesso

Renamo recusa ter movimentado homens para o Sul

  • VOA Português

Moçambique, António Muchanga, Porta-voz da Renamo

Moçambique, António Muchanga, Porta-voz da Renamo

António Muchanga acusa Governo de movimentar homens e meios.

A Renamo negou hoje, 19, ter movimentado homens armados nas províncias de Inhambane e Gaza, como acusou o Governo e a governadora de Gaza esta semana.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do principal partido da oposição revelou que os seus homens foram de Inhambane para Gaza para evitar qualquer confrontos com as tropas governamentais.

"Quem tem vindo a violar o Acordo de Cessação das Hostilidades Militares são as forças do Governo, que montaram novas posições em Inhambane, Sofala, Tete, Zambézia e Nampula. O Governo tem movimentado as Forças Armadas e a Polícia de Intervenção Rápida, incluindo material de guerra, para várias províncias", acusou Muchanga em Maputo.

O porta-voz da Renamo garantiu que os seus homens já se encontravam em Inhambane quando foi assinado o Acordo de Cessação das Hostilidades com o Governo e a Renamo, no ano passado, e que aguardam agora a sua integração nas Forças Armadas e na polícia.

XS
SM
MD
LG