Links de Acesso

Renamo diz preparar Governo autónomo em Nampula


Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

O líder da Renamo anunciou que vai mobilizar os seus membros e mandar embora os governadores e administradores nomeados pela Frelimo.

O líder da Renamo Afonso Dhlakama ameaçou tomar o poder pela força caso a bancada maioritária da Frelimo na Assembleia da Republica de Moçambique não aprove o seu projecto de criação de regiões autónomas.

Dhlakama, que falava à imprensa em Nampula, disse haver contradição no seio da Frelimo, o que faz com que o Presidente da República Filipe Nyusie grande parte dos membros daquele partido no poder não comunguem os mesmos ideais.

O líder da Renamo anunciou que vai mobilizar os seus membros e mandar embora os governadores e administradores nomeados pela Frelimo. Alias, enquanto se aguarda a aprovação ou não do projecto de criação de regiões autónomas, em Nampula, o maior partido da oposição iniciou ontem, 23, a preparação das listas dos dirigentes que vão integrar o Governo autónomo.

Recorde-se que a Renamo está representado na Assembleia da República por 86 deputados e a aprovação do projecto de regiões autónomas depende do voto da bancada maioritária da Frelimo. Muitos dirigentes do partido no poder já manifestaram a sua intenção de não aprovar a proposta da Renamo, alegadamente porque vai dividir o país.

Entretanto, Afonso Dhlakama continua a reiterar não querer dividir o país, mas governar para devolver a dignidade dos moçambicanos mesmo consciente de que o seu projecto abrange apenas seis das 11 províncias do pais, ou seja onde ele conseguiu a maioria dos votos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG