Links de Acesso

Renamo boicota tomada de posse de deputados moçambicanos

  • William Mapote

Afonso Dhlakama, líder da Renamo

Afonso Dhlakama, líder da Renamo

A bancada reservada para os 89 eleitos pela Renamo manteve-se vazia durante toda a cerimónia

Em Moçambique a Renamo, o principal partido da oposição prometeu e cumpriu. Nesta segunda-feira, data marcada para a investidura dos 250 deputados eleitos para a Assembleia da República, apenas os 144 parlamentares eleitos pela Frelimo e os 17 do MDM compareceram na cerimónia.

A bancada reservada para os 89 eleitos pela Renamo manteve-se totalmente vazia durante toda a cerimónia, o que foi censurado por vários sectores, desde políticos até religiosos.

A primeira sessão foi dirigida pelo presidente da República cessante, Armando Guebuza, que cumpre um dos actos mais significantes dos seus últimos dias de governação. A sessão elegeu Verónica Macamo para mais cinco anos de presidência parlamentar. No seu discurso, prometeu lealdade e isenção na sua função.

Na abertura da sessão, foi prestado um minuto de silêncio pelas 69 vítimas de envenenamento alcoólico na região de Chitima, província de Tete.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG