Links de Acesso

Reino Unido inicia processo de ruptura com a União Europeia


Primeira-ministra britânica Theresa May

Primeira-ministra britânica Theresa May

A primeira-ministra britânica, Theresa May, iniciará nesta semana a ruptura com a União Europeia com a notificação oficial da saída, a primeira da história europeia e cujo alcance será profundo.

Nas próximas horas o futuro do Reino Unido será decidido: dará o primeiro passo para romper amarras com seu principal aliado comercial e político, e pode fazê-lo com sua integridade territorial em questão, se o governo escocês exigir imediatamente outro referendo de independência.

Quase nove meses após os britânicos decidirem abandonar a UE no referendo de 23 de Junho, cansados da imigração - segundo a leitura feita pelo governo -, o Parlamento prepara-se para dar autorização para o início do divórcio com a aprovação, nas próximas 24 horas, da lei de ruptura.

Se não ocorrerem surpresas, a Câmara dos Comuns debaterá e aprovará o projecto de lei, que posteriormente voltará à Câmara dos Lordes para sua leitura e votação final, tudo isso nesta Segunda-feira, 13 de Março. Imediatamente depois, Isabel II fará o resto dando o consentimento real e convertendo-o, assim, em lei.

Na Terça-feira, 14 de Março, May pode enviar a carta a Bruxelas invocando o Artigo 50 do Tratado Europeu de Lisboa, que dá início a dois anos de negociações para acordar os termos de ruptura.

A União Europeia afirmou que apresentará seu primeiro plano para as negociações num prazo máximo de 48 horas depois de receber a notificação de saída de Londres, e que finalizará sua estratégia numa cúpula no dia 6 de Abril.

AFP

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG