Links de Acesso

Refugiados moçambicanos no Malawi transferidos para melhores acampamentos

  • VOA Português

Refugiados moçambicanos no Malawi

Refugiados moçambicanos no Malawi

Os refugiados receberão material de construção e utensílios domésticos.

O Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) anunciou hoje, 15, o início da transferência de 10 mil moçambicanos para acampamentos com melhores condições no Malawi.

“Após a chegada, eles ficarão dois dias num centro de trânsito até a atribuição de terreno, alimentos, material de construção e utensílios domésticos,” informou o Acnur em comunicado.

Os moçambicanos estavam alojados em Kapise onde começaram a chegar em finais de 2015, provenientes da província central de Tete.

Moçambicanos no acampamento de Kapise

Moçambicanos no acampamento de Kapise

Em Janeiro, refugiados entrevistados pela disseram que fugiam dos combates entre as forças governamentais e os guerrilheiros da Renamo.

Os refugiados acusaram as forças governamentais de incendiar as suas casas e matar civis, o que o executivo de Maputo recusou.

No mês de Março, a Agência de Informação de Moçambique noticiou que uma missão governamental não encontrou evidência de tais abusos pelos militares.

Segundo o Acnur, em Março, o número de moçambicanos a chegar àquele acampamento chegou a atingir 250 por dia.

Moçambique e Malawi são dois dos países mais pobres do mundo. Ambos são atingidos pela seca, que resulta na insegurança alimentar.

XS
SM
MD
LG