Links de Acesso

Reconciliação deve envolver resolução dos problemas do povo - UNITA

  • Manuel José

Ernesto Mulato, vice presidente da UNITA

Ernesto Mulato, vice presidente da UNITA

Ernesto Mulato diz que presidente está preocupado com situação do MPLA entre o povo

O MPLA está preocupado com o afastamento do partido das suas bases e deve iniciar um diálogo para incluir todos os cidadãos angolanos num verdadeiro processo de reconciliação, disse o vice presidente da UNITA Ernesto Mulato.



O número 2 da UNITA falava por ocasião do aniversário dos acordos de Bicesse, assinalado no passado dia 31 de Maio e fez referência a um recente discurso do presidente angolano em que este fez referência à necessidade do seu partido ter mais contacto com as populações

Falando em conferencia de imprensa sobre a efeméride, o vice presidente da UNITA Ernesto Mulato considerou que o recente pronunciamento do presidente do MPLA demonstra que José Eduardo dos Santos está assustado com o descontrolo da situação actual.

"O presidente está assustado e disse vocês vão às massas parece que o filho está a escapar entre as massas mas o MPLA não está a chegar no âmago do problema: Não está a conseguir resolver os problemas das populações,” disse Ernesto Mulato que reforçou o apelo para uma reconciliação nacional diferente da que está a ser levada a cabo actualmente.

“A paz não é só o calar das armas, quando o estômago está vazio não há paz," disse este dirigente da UNITA.

Mulato acusou o partido no poder de politizar todos os aspectos da vida dos angolanospensa que há uma estratégia do partido no poder de politizar tudo.
O vice-presidente da UNITA criticou também o imiscuir do partido no poder na governação diária.

"Um grande partido como MPLA não tem quadros para serem só primeiro secretario do partido ou activistas que se ocupem da política e deixar os ministros nomeados,” disse.
XS
SM
MD
LG