Links de Acesso

MCK, a música angolana e a identidade cultural africana

  • Pedro Dias

MCK

MCK

Rap Crespo celebra a consciência própria.

“Rap Crespo”, a música e a defesa dos valores mais sagrados de identidade cultural africana, o uso do cabelo natural, marcaram presença no palco do espaço cultural Elinga Teatro, na baixa de Luanda, no passado 23 de Agosto.

A iniciativa é do músico e activista social MCK, enquadrada nas edições temáticas do cantor angolano.

“Rap Crespo” é um evento de celebração e afirmação da identidade e consciência própria, através de um elemento estético de afirmação cultural, manifestação de orgulho no uso do cabelo natural e inversão do contexto artificial dominante.

Inspirado pelos Movimentos ANAS e Encrespa Geral do Brasil, a Masta K Produsons realizou o evento em parceria com Laucel Gurls, nova linha de produtos nacionais de tratamento, cuidado e higiene do cabelo natural, Movimento Rasta Farai, com feira de artesanato, e o Lev’arte, com exposição e venda de livros.

MCK diz estar na defesa do activismo cultural e na afirmação da negritude. Girinha e Kennedy Ribeiro, defensores do uso de cabelo natural “crespo” juntaram-se também ao evento numa homenagem a todas as guerreiras que usam a carapinha dura.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG