Links de Acesso

Ramos-Horta pede a Cabo Verde que ajude a mobilizar recursos para a Guiné-Bissau

  • VOA Português

O presidente timorense, José Ramos-Horta

O presidente timorense, José Ramos-Horta

O representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Guiné-Bissau disse que a comunidade internacional deve agora cumprir as promessas de ajuda ao país.

O representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidas disse que cabe agora à comunidade internacional cumprir as promessas de ajuda à Guiné-Bissau logo após a instalação do novo Presidente da República e do novo Governo do país.

Ramos-Horta encontrou-se na cidade da Praia com presidente da República Jorge Carlos Fonseca e o primeiro-ministro de Cabo Verde José Maria Neves, aos quais pediu a ajuda do arquipélago na procura de apoios internacionais par a Guiné-Bissau.

O prémio nobel da Paz e representante especial do secretário-geral das Nações Unidas reiterou o sucesso das eleições ainda em curso na Guiné-Bissau.

Ramos-Horta acredita que a mudança geracional que se nota em todos os quadrantes é um bom sinal para o futuro do país.

O representante especial do Secretário-Geral das Nações Unidos está acompanhado do representante da União Africana para a Guiné-Bissau Ovídio Pequeno.
XS
SM
MD
LG