Links de Acesso

Radio Ecclésia: CEAST diz que Padre Quintino Candange saiu a seu pedido

  • Coque Mukuta

Padre Quintino Candange, antigo director da Rádio Ecclesia

Padre Quintino Candange, antigo director da Rádio Ecclesia

Depois de várias informações que avançavam que Quintino Candange teria sido afastado da direcção da Rádio Ecclésia por ordens do Vaticano, um comunicado, divulgado sábado, lido pelo arcebispo do Saurimo, Dom Manuel Imbamba, a Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), proprietária da Rádio Ecclésia, disse que o director sai a seu pedido.

Makuta Nkondo jornalista e antigo deputado a Assembleia Nacional que critica a situação que a rádio Ecclésia vive actualmente, aplaude a medida, mas diz que a decisão devia ser mais abrangente.

“É uma boa decisão, mas é muito parcial, não apenas demitir o padre Candange mas também quem estava a manter este indivíduo neste cargo”, disse.

Em entrevista ao Jornal de Angola, em Abril deste ano, Quintino Candange disse haver interferência das instituições internacionais nos orgãos de comunicação social privados para desestabilizar o país, sublinhando o facto de ter devolvido 149 mil euros à União Europeia por discordar dessa postura.

Em resposta, a delegação da União Europeia em Angola revelou que, ao contrário do que dissera Candange, a Rádio Ecclésia ainda não tinha devolvido o dinheiro de um financiamento recebido em 2014 no valor de 149 mil euros.

A UE reiterava que as declarações do director da Rádio Ecclesia eram "infundadas e não correspondem aos objectivos, gerais ou específicos, dos programas da UE”.

Dias depois os bispos, em comunicado da Ceast, reconheciam que “nunca foram informados, nem alertados que tais financiamentos tinham como fins os anunciados pelo director da rádio”.

De lembrar que mais de duas dezenas de jornalistas foram despedidos daquela emissora sob a direcção de Quintino Candange.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG