Links de Acesso

Radicais islâmicos promovem sexta-feira sangrenta em quatro países


Polícia francesa cerca fábrica que sofreu atentado.

Polícia francesa cerca fábrica que sofreu atentado.

Ataques atingiram França, Tunísia, Kuwait e Somália.

Quatro atentados de radicais islâmicos marcaram esta sexta-feira, 26, uma semana depois do início do Ramadão.

Na Tunísia, homens armados atacaram os hotéis Imperial Marhaba e Soviva, numa praia.

Um homem detido suspeito de envolvimento no atentado

Um homem detido suspeito de envolvimento no atentado

O Ministério do Saúde indicou a ocorrência de pelo menos 37 mortos, na sua maioria turistas estrangeiros, entre eles britânicos, alemães, belgas e checos.

No Kuwait, um atentado suicida visou, uma mesquita xiita na capital, tendo, provocado pelo menos 13 mortos, segundo elementos das forças de socorro.

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou já o ataque.

Cordão policial na mesquita que foi alvo do atentado

Cordão policial na mesquita que foi alvo do atentado

Mais a norte, perto de Lyon, na França, um homem atacou uma instalação industrial de gás, fazendo pelo menos um morto e vários feridos.

Uma pessoa foi encontrada decapitada e foram registadas várias explosões. O autor do atentado já foi detido.

Forças especiais francesas após atentado em Lyon

Forças especiais francesas após atentado em Lyon

Na Somália , o grupo militante al-Shabab matou mais de 70 soldados da União Africana e assumiu o controlo da base militar situada em Leego, no sul do país.

Testemunhas indicaram que os atacantes fizeram explodir uma viatura na principal entrada da base tendo depois disparado contra os militares do Burundi que ali se encontravam.

XS
SM
MD
LG