Links de Acesso

O Presidente dos Estados Unidos Barack Obama anunciou nesta segunda-feira, 28, que os Estados Unidos vão impor novas sanções contra a Rússia, atingindo cidadãos e empresas, na sequência da crise na Ucrânia, uma medida que deve ser seguida pela União Europeia.

Obama disse que as novas sanções vão restringir as exportações militares de alta tecnologia da Rússia e alertou que uma próxima fase pode representar sanções "sectoriais" mais amplas contra a economia russa, atingindo sectores como o bancário e o de defesa, se Moscovo continuar com a "agressão" contra a Ucrânia.

As sanções visam punir o Governo do Kremlim por não cumprir o acordo para reduzir a tensão na Ucrânia, onde separatistas pró-Rússia tomaram diversos prédios do Governo ucraniano.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG