Links de Acesso

Queimadas deixam 400 pessoas ao relento em Kwanza Sul

  • Fernando Caetano

Pede-se medidas dráticas contra o autor da queimada.

Os Serviços Provinciais de Protecção Civil e Bombeiros da província angolana do Kwanza Sul registaram no último fim-de-semana incêndios que deixaram várias pessoas ao relento.

Até agora, fala-se em cerca de 400 pessoas que ficaram sem casa devido às chamadas “queimadas”, usadas para a caça na floresta.

“Consideramos negligência quando um cidadão ateou fogo na floresta para prática de caça e acaba por destruir as 133 residências”, denunciou o porta-voz Serviços Provinciais de Protecção Civil e Bombeiros.

Eduardo António revelou que 400 pessoas, entre crianças, adultos e idosos, ficaram ao relento e parte de seus mantimentos também queimaram.

O responsável apelou a pessoas de boa fé que ajudem a acudir à penúria alimentar a que essas vítimas estão sujeitas.

O administrador do município de Conda, Fernando Barbosa Fonseca, lamentou o facto e lançou também um grito de socorro a favor das pessoas.

Juristas, autoridades tradicionais e entidades religiosas pediram uma resposta enérgica ao prevaricador que sirva paradesencorajar outras pessoas a recorrem às queimadas.

O autor da queimada está sob alçada das autoridades.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG