Links de Acesso

Putin avisa que Rússia poderá aumentar acções militares na Síria

  • Redacção VOA

Vladimir Putin

Vladimir Putin

Aviso surge depois de Conselho de Segurança da ONU ter aprovado por unanimidade resolução para cessar fogo e negociações na Siria

O presidente russo Vladimir Putin disse o seu país poderá usar mais meios militares na Síria se isso for necessário, noticiaram agencias noticiosas russas.

Num discurso citado por essas agências Putin afirmou que os meios a serem usados pelo seu país na Síria não constituem todas as capacidades do país e que mais meios serão usados se necessário.

“Quero sublinhar que os meios usados não são de longe todas as nossa capacidades”, disse o presidente russo.

“”Temos mais meios militares e vamos usa-los se isso for necessário”, acrescentou

SC am

SC am

As declarações de Putin surgem um dia depois do Conselho de Segurança da ONU ter aprovado por unanimidade uma resolução com um roteiro para a paz na Síria.

O secretário de estado americano John Kerry disse que há ainda diferenças sobre o futuro do presidente sírio Bashar al Assad apoiado pela Rússia e Irão.

A resolução não faz qualquer menção a essa questão

A resolução pede que ao Conselho de Segurança para aprovar medidas para monitorizar um cessar-fogo um mês apos a adopção da resolução e apoia um calendário já acordado para conversações entre o governo e a oposição sobre a formação de um governo de transição e eleições

A resolução diz que essas negociações deverão começar em Janeiro.

A Coligação Nacional síria, manifestou entretanto dúvidas quanto á resolução da ONU.

“Tendo em contra a realidade no terreno e o impasse quanto ao futuro de Bashar al Assad este acordo não é aplicável”, disse um dos membros da coligação Samir Nashar

XS
SM
MD
LG