Links de Acesso

PRS escolhe candidato presidencial na Guiné-Bissau

  • Lassana Casamá

Edifício da Assembleia Nacional da Guiné-Bissau

Edifício da Assembleia Nacional da Guiné-Bissau

O candidato, que é empresário, nunca esteve na política activa, mas sempre integrou os órgãos do partido.

É uma primeira experiência política do PRS em andar com os seus próprios pés sem KumbaYala, o seu líder fundador. Em resposta à anulada tentativa de Yala em impor um candidato às presidenciais de 16 de Março, a Comissão Política do PRS elegeu o empresário Abel Lamedi Incada como a figura do partido para a citada corrida eleitoral.


Jamais esteve na activa, mas sempre colocou-se nos corredores políticos em conciliação com os seus negócios e isto lhe deu algum triunfo.

Abel Incada perspectiva uma mensagem única para os guineenses:"impulsionar a paz, estabilidade e unidade nacional são três prioridades a ter em conta".

A escolha de Abel Incada contradiz assim a orientação pessoal de KoumbaYala, que opta no outro candidato. Mas, mesmo assim, Incada acredita no bom senso para conciliar as posições do partido e do seu fundador.

Na corrida para a candidatura do PRS às Presidenciais estavam também o empresário Baltazar Alves Cardoso, o antigo Presidente da Assembleia Nacional Popular Jorge Malu e o chefe do parlamento em exercício IbraimaSoryDjalo, que, aliás, depois da votação, num tom de muita revolta, afirma que a escolha de Abel Incada teve suporte tribal.

Até aqui um dos vice- presidentes da Câmara do Comércio, Industria, Agricultura e Afins, Abel Encada, foi eleito com 79 votos a favor, contra 29 de Ibraima Sory Djalo, um dos veteranos e fundadores do partido.
XS
SM
MD
LG