Links de Acesso

Na província da Zambézia a campanha termina sem incidentes


Moçambique - Autárquicas 2013

Moçambique - Autárquicas 2013

Os treze dias da campanha eleitoral em Moçambique e neste caso particular para a província da Zambézia terminaram sem incidentes.

Na cidade de Quelimane por exemplo, onde o município é governado por Manuel de Araújo, foi o palco das grandes cavalgadas políticas jamais vistas.


A Frelimo com o discurso de sempre que pretende resgatar Quelimane das mãos do MDM, investiu em tudo o que podia. Usou todo seu potencial desde meios circulantes e até recursos humanos vindos da capital do país.

E não só, já que a procura de Quelimane é tanta, a Frelimo melhorou nesta campanha eleitoral terminada este domingo a sua abordagem e também o seu posicionamento face aos eleitores.

Se em 2011, aquando das eleições intercalares onde Araújo venceu e convenceu, a Frelimo andou em viaturas de luxo, desta vez a estratégia foi andar a pé e estar diante dos eleitores.

Aos olhos de algumas pessoas, até parece que a Frelimo melhorou, resta saber o que irá acontecer no dia 20, portanto esta quarta-feira.

Por seu turno, o MDM e o seu candidato Manuel de Araújo, de casa em casa, percorreram quase toda cidade, por vezes se não quase todas, Araújo estive acompanhado pelos fazedores de táxi de bicicleta, por sinal, os seus maiores apoiantes neste jogo político.

Foram longas horas em que Araújo que concorre a própria sucessão pedalou procurando estratégias para manter o município nas suas mãos já que o adversário faz de tudo de para recuperar Quelimane.

Os simpatizantes das duas forças políticas foram os mais pacíficos, havendo casos em que até os do MDM e da Frelimo conviveram juntos, tudo num ambiente festivo.

Já que as eleições vão acontecer nesta quarta-feira, vale pena aguardar e ver novamente este civismo demonstrado aquando da campanha eleitoral.
XS
SM
MD
LG