Links de Acesso

Progresso no combate à SIDA na Huíla

  • Teodoro Albano

Um programa de combate ao HIV SIV está a ter sucesso na província da Huíla.

Com efeito os coordenadores do projecto Pro-activo PSI consideraram o primeiro ano de implementação do programa na província da Huíla como tendo dito um “balanço positivo” .




Camionistas, trabalhadoras do sexo e seus clientes são o alvo do projecto.
O aumento da sensibilização do grupo alvo a par do acréscimo de pessoas que passaram a conhecer o seu estado serológico, através da testagem voluntária, são alguns ganhos produzidos pelo projecto financiado pela agência norte-americana de desenvolvimento USAID.

Durante a implementação do projecto, Renato Raimundo da Acção de Solidariedade e Desenvolvimento, ASD, ONG, implementadora do projecto na Huíla, disse ter notado melhorias nos serviços públicos de atendimento.

“ Assistimos que de facto, os serviços públicos de saúde estão melhorando do ponto de vista de clínicas móveis para fazer testagem, tudo isto está concorrendo de facto para que as pessoas que vão recebendo informação também consigam ter o seu estado serológico,” disse

A par da Huíla o projecto é implementado nas províncias de Luanda, Benguela, Cunene e Huambo.

A coordenadora do projecto Pro-activo PSI, Ilda Kuleba, explicou a razão da escolha das aludidas regiões do país.

“ Nós concentramos é uma rota de camionistas. A rota rodoviária de Luanda para o Cunene e assim pensamos, visto que a população alvo em que nos estávamos a concentrar camionistas e trabalhadores de sexo, fazia muito sentido nos concentrarmos nestas cinco províncias. Cunene porque por ter uma das prevalências mais altas de VIH do país que faz fronteira com a Namíbia,” disse

A primeira fase do projecto na Huíla iniciado em Setembro de 2012 encerrou em Julho último ao passo que a segunda deve arrancar em Setembro próximo.
O projecto Pró-activo que vigora desde 2010 em Angola está avaliado em seis milhões de dólares.
XS
SM
MD
LG