Links de Acesso

Professores detidos na Lunda Norte por tentarem criar sindicato

  • Coque Mukuta

Acusam o governador da província de ter dado a ordem de prisão.

Foram libertados os quatro sindicalistas detidos na manhã desta quinta-feira, 6, pela polícia da província da Lunda Norte por tentarem reunir-se para preparar uma reunião do sindicato dos professores naquela província. Entretanto, dois outros professores detidos há mais de duas semanas não foram ainda presentes ao tribunal.

No momento da detenção na manhã de hoje, os professores que se reuniam numa das escolas daquela província para abordarem a criação do sindicato e a visita de uma delegação sindical de Luanda foram chamados de bandidos e detidos pelas autoridades.

Segundo o professor António Muanzumba, a ordem para a prisão dos sindicalistas foi dada pelo governador provincial Ernesto Muangala.

“A ordem é do chefe que é o senhor governador, foi ele que mandou deter”, afirmou.

Outro professor que preferiu o anonimato disse que, além dos quatro detidos hoje, estão também presos outros dois professores há mais de duas semanas sem qualquer instrução processual.

Recentemente, Ernesto Muangala, governador da Lunda Norte, negou estar por trás das ordens de despedimento de professores, conforme alegaram responsáveis locais do sindicato da classe e de detenção arbitrária de docentes.

A VOA tentou obter a reacção da polícia nacional, mas sem qualquer sucesso até ao momento.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG