Links de Acesso

Pecuaristas da Huíla reclamam por mais investimentos

  • Teodoro Albano

 Huíla

Huíla

Governo anuncia "Projecto Tipo" de promoção da pecuária.

A região sul de Angola tem condições para ser uma fonte de abastecimento de carne em quantidade e qualidade para o país. A opinião é de alguns criadores na Huíla que pedem mais investimentos no sector pecuário.

Carlos Damião, fazendeiro, diz que a Tunda dos Gambos é um exemplo de excelência na criação de animais, mas defende investimentos na água.

“A região em si, em termos de pasto, é uma região de excelência, mesmo tendo seca a natureza fornece-nos ingredientes que o gado precisa para se alimentar e para estar saudável temos que lhe dar água, temos que lhe dar algumas condições sanitárias e para isso temos de lhe dar sempre água com bastante qualidade”, explicou Damião.

O fazendeiro Fernando Figueiredo vê na criação de parques para o gado uma solução para levar água aos animais.

As inquietações dos fazendeiros na Huíla acontecem numa altura em que o Executivo angolano acaba de aprovar o chamado “Projecto Tipo”, que visa a produção interna de carne bovina.

O projecto visa potenciar os empresários pecuários e fazer face às necessidade de carne do país, anunciou no Lubango, o ministro da agricultura, Afonso Pedro Kanga.

“Este programa dirige-se aos empresários, aos criadores aos pecuaristas empresarias que já estão na actividade, estar na actividade significa ter uma fazenda estruturada”, explicou.

Angola gasta anualmente mais de 500 milhões de dólares na importação de 100 mil toneladas de carne bovina.

XS
SM
MD
LG