Links de Acesso

Procuradores sul-africanos consideram pena de prisão de Pistorius branda e vão recorrer

  • VOA Português

Oscar Pistorius durante o julgamento

Oscar Pistorius durante o julgamento

O Ministério Público sul-africano contesta a pena de prisão de seis anos dada ao atleta Oscar Pistorius, e vai recorrer.

O ministério diz que a pena é excessivamente branda.

Pistorius foi condenado no início deste mês por assassinar a sua namorada, Reeva Steenkamp, há três anos.

Reeva e Pistorius, em Melrose Arch, Joanesburgo, Janeiro de 2013

Reeva e Pistorius, em Melrose Arch, Joanesburgo, Janeiro de 2013

A sentença foi reduzida da pena mínima de 15 anos.

A juíza Thokozile Masipa considerou atenuantes como o remorso do atleta, o tempo que passou na prisão, e o facto de que na altura em que disparou não usava próteses.

Masipa é bastante criticada pela sociedade civil sul-africana, que também considera a sentença ligeira.

JuízaThokozile Masipa

JuízaThokozile Masipa

​Durante o julgamento, Pistorius disse que confundiu Steenkamp com um intruso, quando atirou quatro vezes para uma casa de banho trancada, no dia Dia dos Namorados de 2013 (14 de Fevereiro).

Os procuradores dizem que ele pretendia matar Steenkamp.

Reeva, formada em direito, era modelo.

XS
SM
MD
LG