Links de Acesso

Procurador assassinado em Moçambique

  • Redacção VOA

Crime aconteceu à porta da sua casa na Matola.

Um procurador da República na província de Maputo, Moçambique, foi morto na noite desta segunda-feira, 11, com vários tiros em frente à sua casa no bairro Malhampsene, na Matola.

Marcelino Vilanculos foi morto por desconhecidos, de acordo com a Folha de Maputo e O País.

A informação foi confirmada pelo comandante da Polícia em Maputo, que, de acordo com as mesmas fontes, fez-se acompanhar no local do director da Polícia de Investigação Criminal.

Por agora, desconhecem-se os detalhes, mas Marcelino Vilanculos tinha em mãos, entre outros, o processo de rapto que envolve Danish Satar, sobrinho de Mini Star.

No sábado, 9, o membro da Renamo e do Conselho de Defesa e Segurança, José Manuel, foi morto a tiro na Beira, em Moçambique, juntamente com mais duas pessoas.

O crime aconteceu quando Manuel e dois acompanhantes deixavam o Aeroporto Internacional da Beira.

A polícia disse ter aberto uma investigação, mas não tem pistas sobre os autores do crime.

Também por esclarecer está o atentado contra o secretário-geral Manuel Bissopo a 20 de Janeiro quando a viatura em que viajava foi atacada por um grupo de homens desconhecidos numa via pública.

O seu ajudante de campo morreu no ataque.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG