Links de Acesso

Primeiro-ministro guineense convida PAIGC para negociações sobre novo Governo

  • Redacção VOA

Baciro Djá, esq., Domingos Simões Pereira, dir.

Baciro Djá, esq., Domingos Simões Pereira, dir.

Fonte do PAIGC confirma recepção da carta mas não sabe se merecerá análise do partido.

O primeiro-ministro da Guiné-Bissau empossado na passada sexta-feira, 27, Baciro Djá, convidou o presidente do PAIGC para negociações com vista à formação do novo Governo.

A carta foi enviada na segunda-feira, 30, e nela Djá requeria a disponibilidade de Domingos Simões Pereira, alegando a necessidade de alargar a base parlamentar de sustentabilidade novo Executivo.

Baciro Dja, primeiro-ministro da Guiné-Bissau

Baciro Dja, primeiro-ministro da Guiné-Bissau

Uma fonte do PAIGC confirmou nesta terça-feira, 31, à VOA a recepção da carta mas não adiantou se “ela merecerá a análise da direcção superior do partido”.

Djá foi empossado primeiro-ministro pelo Presidente da República, depois de o seu nome ter sido apontado pelo Partido da Renovação Social (PRS), segundo partido mais votado nas eleições de 2014 e convidado por José Mário Vaz para indicar o novo Chefe do Governo.

Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC

Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC

O PAIGC, no entanto, tem dito que não reconhece o novo primeiro-ministro e os membros do Executivo demitido continuam barricados no Palácio do Governo desde a passada quinta-feira, 26.

Baciro Djá foi ministro do Governo liderado por Domingos Simões Pereira, demitido pelo Presidente da República em Agosto de 2015, e um dos vice-presidentes do PAIGC, até que foi expulso em Janeiro deste ano, depoois de, juntamente com mais 14 deputados e militantes do partido, terem votado contra o Programa do Governo de Carlos Correia.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG