Links de Acesso

Presidentes de São Tomé e Príncipe e Cabo Verde defendem diálogo na Guiné-Bissau e em Moçambique

  • Eugénio Teixeira

Manuel Pinto da Costa, Presidente de São Tomé e Príncipe

Manuel Pinto da Costa, Presidente de São Tomé e Príncipe

Pinto da Costa iniciou hoje uma visita a Cabo Verde.

Os Presidentes de São Tomé e Príncipe e de Cabo Verde defenderam nesta quinta-feira, na Praia, o diálogo como forma de solução dos problemas que enfrentam a Guiné-Bissau e Moçambique.

Manuel Pinto da Costa, que falava à imprensa junto do seu homologo cabo-verdiano Jorge Carlos Fonseca, disse que Cabo Verde é um bom exemplo de como os pontos de vista divergentes podem ser ultrapassados.

Como em qualquer parte do mundo, Cabo Verde enfrenta enfrenta problemas, mas o Pinto da Costa adiantou que os cabo-verdianos sempre souberam ultrapassar essas diferenças em nome dos superiores interesses do país, situação que, diz, gostaria que acontecesse na Guiné Bissau e Moçambique.

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

Por seu lado, o Presidente cabo-verdiana realçou que, para além de aprofundar os aspectos essenciais da cooperação entre os dois países, vai analisar com o seu homologo são-tomense a situação vivida nos demais países da CPLP de modo a encontrar formas de os ajudar.

Na visita de três dias que efectua a Cabo Verde, o presidente Manuel Pinto da Costa faz-se acompanhar do ministro do Emprego e Assuntos Sociais, Alberto Gomes, por sinal filho de cabo-verdianos, e outros membros da presidência de São Tomé e Príncipe.

Pinto da Costa, que permanece no país até domingo, mantem encontros com diversas entidades e visita vários pontos de interesse nas ilhas de Santiago, Santo Antão e São Vicente.

Refira-se que os dois países possuem relações históricas, já que em São Tomé e Príncipe residem muitos cabo-verdianos, contratados no tempo colonial para trabalharem nas roças de cacau e café.

XS
SM
MD
LG