Links de Acesso

Presidente sul-coreana pede desculpas depois de ter sido destituída

  • Redacção VOA

Park Geun-hye pede desculpas ao país

Park Geun-hye pede desculpas ao país

Tribunal Constitucional deve agora pronunciar-se sobre o processo em até 90 dias.

Os deputados sul-coreanos aprovaram nesta sexta-feira, 9, por 234 a 56 votos, a destituição da Presidente Park Guen-hye por corrupção.

O Tribunal Constitucional deve agora decidir se avança com o processo que pode levar até 180 dias.

Uma hora depois de o Parlamento ter aprovado a sua destituição, a Presidente transmitiu uma mensagem à Nação na qual pediu desculpas e instou os ministros e o Presidente provisório a "fazerem tudo" para minimizar o "vazio governamental", até que o Tribunal Constitucional divulgue o veredito final sobre o caso.

Park Geun-hye disse ter considerado as "vozes da Assembleia Nacional e do povo".

O conhecido "caso Rasputina" diz respeito a numa rede de extorsão junto das grandes empresas do país, em troca de favores políticos e económicos, em que está envolvida a Presidente sul-coreana.

A destituição acontece após dezenas de manifestações de protesto que, durante os últimos meses, pediam a demissão de Park Geun-hye.

O combate à corrupção foi a principal bandeira de campanha de Presidente destituída.

XS
SM
MD
LG