Links de Acesso

Presidente Obama defende acordo nuclear no Senado

  • Redacção VOA

U.S. President Barack Obama holds a news conference in the East Room of the White House in Washington, Nov. 5, 2014.

U.S. President Barack Obama holds a news conference in the East Room of the White House in Washington, Nov. 5, 2014.

O Presidente Barack Obama deverá discursar amanha, no Senado, para conquistar o apoio deste orgão e do público ao acordo nuclear com o Irão.

Antes disso, o presidente Obama encontra-se, hoje, terça-feira com líderes judeus-americanos para promover o acordo, que impede o Irão de desenvolver uma arma atómica em troca do levantamento das sanções do ocidente e Nações Unidas que arrasaram a sua economia.

O Israel e muitos líderes judeus nos Estados Unidos criticaram o acordo nuclear.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que o Presidente Obama irá explicar as principais questões que justificam a necessidade de um amplo apoio ao acordo. Explicará também a importância do Senado apoiar os esforços internacionais para evitar que o Irão tenha uma arma nuclear, através da diplomacia.

Na segunda-feira, o chefe do Comité de relações internacionais no Senado, Bob Corker, revelou dúvidas quanto à eficácia do acordo com o Irão.

Os senadores dizem que não ter certeza de que o Irão irá cumprir o acordo e querem saber como os Estados Unidos e aliados irão verificar a sua implementação.

O Senado deverá votar em menos de sessenta dias a favor ou não do acordo com o Irão, assinado mês passado, após anos de negociações envolvendo os Estados Unidos, Reino Unido, França, China, Rússia e Alemanha.

O objectivo destas seis potências é evitar que o Irão construa uma arma nuclear, embora este país sempre tenha argumentado que a sua actividade nuclear era pacífica.

Na altura da assinatura, o Presidente Obama revelou-se satisfeito porque o mesmo tornaria o mundo mais pacífico e seguro", mas ressalvou que "não resolve todas as diferenças com o Irão.

XS
SM
MD
LG