Links de Acesso

Presidente guineense critica sistema judiciário

  • Lassana Casamá

José Mário Vaz

José Mário Vaz

O Presidente da Guiné-Bissau aconselhou o novo Procurador da República a não enveredar pela prática do passado.

O chefe de Estado guineense, que falava no acto de empossamento do novo Procurador-geral da República, Hermenegildo Pereira, nomeado na Quinta-feira, 2, por decreto presidencial, afirma que não se revê no actual poder judicial.

José Mário Vaz denuncia que existe um "grupinho" de pessoas que manipula a justiça a favor dos seus interesses.

O chefe de Estado guineense desvenda ainda outros segredos que "enfermam" o sistema judiciário nacional.

O Presidente da República advertiu ao novo Procurador para não se enveredar pela prática do passado que dominou o Ministério Público.

Hermenegildo Pereira vai receber do seu antecessor, Abdu Mané, entre vários processos quentes, os de assassinatos políticos do antigo Presidente da República, Nino Vieira, do ex-Chefe de Estado-maior, Tagme Na Waye, dos antigos Ministros da Defesa e do Interior, respectivamente, Helder Proença e Baciro Dabó.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG