Links de Acesso

Presidente das Filipinas arrependido de ter insultado Obama


Rodrigo Duterte

Rodrigo Duterte

As Filipinas se apressaram para tentar desfazer uma confusão com os Estados Unidos nesta terça-feira, 6, e o seu novo presidente, Rodrigo Duterte, expressou arrependimento por ter chamado o líder norte-americano Barack Obama de "filho da puta", o que levou Washington a cancelar uma reunião bilateral, escreve a Reuters.

O líder filipino advertiu ontem que o Presidente dos Estados Unidos não deveria questioná-lo sobre execuções extrajudiciais de mais de 2.400 pessoas acusadas de tráfico de droga.

Duterte usou uma expressão insultuosa para designar Obama.

Após as autoridades de Washington descartarem o encontro entre os dois presidentes, as Filipinas emitiram comunicados expressando arrependimento.

"O presidente Duterte explicou que as reportagens segundo as quais o presidente Obama iria lhe 'dar um sermão' por causa das mortes extrajudiciais o levaram a fazer aqueles comentários fortes, que por sua vez causaram preocupação", disse o governo filipino.

"Ele lamenta que os seus comentários à imprensa tenha causado tanta polêmica (…) expressou profunda consideração e afinidade pelo presidente Obama e pela parceria duradoura entre nossas nações", acrescentou.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG