Links de Acesso

Presidente da Odebrecht detido na operação Lava Jato


Odebrecht Biocom Malanje(Foto de Arquivo)

Odebrecht Biocom Malanje(Foto de Arquivo)

A Polícia Federal do Brasil deteve nesta sexta-feira, 19, o presidente da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, bem como Otávio Marques Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez.

Ambos foram detidos no âmbito da 14ª fase da Operação Lava Jato, baptizada de Erga Omnes (do latim, Contra Todos).

Cerca de 220 agentes executaram 12 mandados de prisão e 38 de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

Nesta nova fase da operação, a polícia alargou as investigações para os crimes de formação de cartel, fraude a licitações, corrupção, desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro, entre outros, para "duas grandes empreiteiras com grande actuação no mercado nacional e internacional, e contratantes regulares junto à Petrobras", segundo o comunicado da Polícia Federal.

Embora citadas por delatores do escândalo “petrolão”, as duas gigantes da construção estiveram ilesas até agora, ao contrário das concorrentes OAS, Camargo Corrêa e UTC, cujos executivos estão detidos há muitos meses.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG