Links de Acesso

Presidente da Nigéria classifica de "lamentável" nomeação de PM

  • Redacção VOA

Muhammadu Buhari

Muhammadu Buhari

Muhammadu Buhari diz que nomeação de Baciro Dja "piorou a situação política" na Guiné-Bissau.

O Presidente da Nigéria lamentou a nomeação de um novo primeiro-ministro pelo Chefe da Estado da Guiné-Bissau e disse que tal decisão foi "um desenvolvimento que piorou a situação política".

Num comunicado divulgado pela imprensa nigeriada neste fim-de-semana, Muhammadu Buhari considerou de "lamentável que, enquanto o líder Obasanjo estava reunido com o Presidente Sall", no percurso para Bissau, "o Presidente José Mário Vaz tenha nomeado e dado posse a um novo primeiro-ministro".

Buhari referia-se ao encontro entre o antigo Presidente da Nigéria Olusegun Obasanjo e o Presidente do Senegal e actual líder da autoridade de Chefes de Estado da Cedeao Macky Sall, que preparava a viagem de uma comitiva da organização regional a Bissau.

A delegação, integrada ainda pela comissária da Cedeao para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança, Salamatu Hussaini, pretendia demover José Mário Vaz da sua intenção, conhecida por Macky Sall e pelos dirigentes da organização, de escolher um primeiro-ministro que não Domingos Simões Pereira, indigitado pelo PAIGC, partido maioritário.

Entretanto, com a nomeação e posse de Baciro Dja, a Cedeao abortou a visita da delegação.

A primeira reacção forte a nível internacional surge precisamente do Presidente da Nigéria, o principal financiador da Ecomib, a força de estabilização composta por militares e polícias da sub-região que ainda se mantém em Bissau, por considerar que ainda há ameaças à paz.

Apesar dessa posição contra a medida do Presidente guineense, Buhari apelou à calma e pediu às lideranças políticas guineenses que tenham "a máxima moderação" de modo a garantir "a manutenção da lei e da ordem enquanto continuam os esforços para resolver a crise actual".

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG