Links de Acesso

Presidente da Guiné-Bissau diz nunca ter dito que ia derrubar o Governo

  • Lassana Casamá

José Mário Vaz

José Mário Vaz

PAIGC anuncia para amanhã manifestação de apoio ao Governo

O Presidente da Guiné-Bissau foi hoje ao Parlamento assegurar que jamais teve a intenção de derrubar o Governo, como se tem especulado nas últimas semanas em Bissau.

José Mario Vaz disse aos guineenses desconhecer a origem daquilo que qualificou de tantos rumores e insinuações sobre a sua hipotética intenção de fazer cair o Governo: "Em nenhum momento, o Presidente da República pronunciou-se sobre a queda do governo. Quem o fez, saberá as motivações que o levou a tal pronunciamento”.

A mensagem do Chefe do Estado guineense visa, sobretudo, estancar aquilo que qualificou de "hemorragia de boatos e especulações", desbloqueando assim o país, e imprimindo uma maior dinâmica as instituições da república.

Jose Mario Vaz afirmou, todavia, que a população não o elegeu para ser um “actor passivo no palco de governação do país”,

Vaz, cujas relações com o primeiro-ministro e o presidente do Parlamento, têm sido motivo de muitos debates políticos, motivando a aprovação de uma moção de confiança no parlamento por parte dos deputados, deixou algumas questões a respeito.

Para o Presidente da República, estas questões não devem ser entendidas como interferências na actividade governativa, mas antes pelo contrário, sublinhou, um convite a inconformação geral, já que dizem respeito ao conjunto das instituições.

Para amanhã, o PAIGC agendou um comício popular alusivo a um ano de governação. Um sinal forte de solidariedade para como o Governo, que, brevemente, ao que tudo indica, vai conhecer uma remodelação.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG