Links de Acesso

Presidente argentina dissolve serviços de informações após morte de Procurador


 Cristina Fernandez de Kirchner

Cristina Fernandez de Kirchner

A Presidente argentina Cristina Kirchner decidiu dissolver os serviços de informações do país depois de um procurador ter sido encontrado morto, alegadamente devido a suicídio, horas antes de ir ao congresso para presumivelmente fazer revelações explosivas contra Cristina Kirchner.

A presidente argentina alegou que a morte do procurador Alberto Nisman era uma conspiração para a desacreditar, na qual envolveu alguns dos agentes do SI. Nisman acusou Kirchner de ter entravado o inquérito ao atentado a uma organização judaica, AMIA, que causou 85 mortos em 1994, para poupar o Irão.

XS
SM
MD
LG