Links de Acesso

Presidenciais em Cabo Verde com 80 observadores

  • Redacção VOA

Campanha eleitoral em Cabo Verde

Campanha eleitoral em Cabo Verde

União Africana e CEDEAO enviam 71 pessoas ao acto eleitoral de domingo, 2.

A União Africana vai enviar 31 observadores às eleições presidenciais de domingo, 2 de Outubro, em Cabo Verde e a Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) colocará 40 enviados nas diversas ilhas do país.

O acto, o terceiro a acontecer este ano depois das legislativas de Março e as autárquicas de Setembro, será ainda acompanhado por responsáveis das autoridades eleitorais de Portugal, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe, num total de 80 observadores.

A informação foi revelada nesta quarta-feira, 28, pela presidente da Comissão Nacional de Eleições.

Maria do Rosário Pereira assegurou que estas eleições serão “mais organizadas e aperfeiçoadas” em termos da logística e garantiu que decorrerão num ambiente “tranquilo e sereno”.

No domingo, cerca de 314 mil eleitores no arquipélago e 47 mil no exterior vão escolher o próximo Presidente de Cabo Verde, naquelas que são as sextas eleições para a Chefia do Estado.

O actual inquilino do Palácio do Plateau, Jorge Carlos Fonseca, concorre à sua própria sucessão, com apoio expresso no partido do Governo, o MpD, e tem como adversários os independentes Albertino Graça, reitor da Universidade de Mindelo, e Joaquim Monteiro, antigo combatente da liberdade da Pátria e investigador.

O resultado deve ser anunciado duas horas depois do fecho das urnas.

XS
SM
MD
LG