Links de Acesso

Prémio Sakharov 2014 atribuído ao ginecologista congolês Denis Mukwege


Denis Mukwege aplaudido pelo actor americano Ben Affleck

Denis Mukwege aplaudido pelo actor americano Ben Affleck

O Parlamento Europeu (PE) atribuiu hoje o Prémio Sakharov 2014, que distingue a liberdade de pensamento e a defesa dos direitos humanos, ao ginecologista congolês Denis Mukwege. "Os presidente dos grupos (políticos) decidiram por unanimidade atribuir o prémio a um homem que está na linha da frente da luta pela protecção das mulheres no continente africano", anunciou o presidente do PE, Martin Schulz.

O ginecologista Denis Mukwege, 59 anos, é especializado no tratamento de vítimas de violações na República Democrática do Congo, cuidando todos os anos de milhares de jovens e mulheres violadas, usadas como arma de guerra por diferentes grupos armados. O médico, que foi alvo de uma tentativa de homicídio em Outubro de 2012, fundou um hospital para cuidar das mulheres vítimas de violação e o seu nome foi já várias vezes avançado nas "nomeações" para o Nobel da Paz.

A cerimónia de entrega do Prémio Sakharov 2014, no valor de 50 mil euros, realiza-se no dia 26 de Novembro, durante a sessão plenária do Parlamento Europeu.

XS
SM
MD
LG