Links de Acesso

Preços dos produtos básicos continuam "insuportáveis" em Luanda

  • Manuel José

Inspecção impede aumento de preços, mas continuam altos.

Apesar de deligências de inspeção feitas nos principais armazéns e lojas de Luanda pelas autoridades do Ministério do Comercio em conjunto com outras entidades, os preços dos principais produtos da cesta básica e alguns serviços mantém-se altos.

Os preços do arroz, óleo alimentar, açúcar e fuba de bombó verificaram um abrandamento, mas segundo os consumidores ainda se mantêm altos.

Na verdade, os preços dos principais produtos básicos continuam acima do real valor de aquisição dos consumidores.

O quilo de açúcar, por exemplo, continua a ser vendido a 400 kuanzas contra os 200, até Dezembro do ano passado, enquanto o quilo de fuba de bombó custa 300 cuanzas contra os 150 cuanzas anteriores, o quilo de arroz vende-se a 250 cuanzas, mas antes custava 150, e a unidade do óleo alimentar custa de 500 a 600 cuanzas, contra os 300 em 2015.

Outro preço que não sofreu redução é a corrida de táxi: 150 cuanzas, com agravante dos taxistas encurtarem as rotas mais solicitadas.

Nas grandes superfícies, a situação é a mesma.

XS
SM
MD
LG