Links de Acesso

Praga de gafanhotos ameaça as culturas nos Gambos

  • Redacção VOA

Autoridades desconhecem origem e dimensão da praga

Autoridades desconhecem origem e dimensão da praga

No Huambo duas mil pessoas estão afectadas pela seca

Uma praga de gafanhotos, cuja dimensão e origem ainda não foram determinadas, está destruir as pequenas culturas dos camponeses dos Gambos, na porvíncia da Huíla, depois que as últimas chuvas permitiram algum planteio de mandioca e da batata-doce.

O responsável da organização não governamental Construindo Comunidades, padre Pio Wacussanga, manifesta-se preocupado com o fenómeno e alerta as autoridades locais para a tomada de medidas que impeçam o alastramento da praga por toda a região dos Gambos atingida pela seca há mais de seis anos.

O pároco dos Gambos sugere às autoridades ligadas à agricultura a implantação na região de um centro de investigação veterinária que faça estudos sobre o fenómeno exemplo do que se fazia no período colonial.

Seca no Huambo

Entretanto, no Huambo, cerca de duas mil famílias estão a ser afectadas pela seca que atinge a província há cerca de 45 dias, revelou nesta terça-feira, 21, o director provincial da Agricultura e Pescas, Andrade Baú,

No final de uma reunião do Governo provincial, Baú disse que a produção de milho e feijão será atingida fortemente pela estiagem.

Entretanto, o vice-governador para o sector político e social, Guilherme Tuluca, disse ao Jornal de Angola estar esperançado que, a dois meses do início da época das chuvas, esses estragos possam ser revertidos.

XS
SM
MD
LG