Links de Acesso

PR são-tomense exonera ministro da Justiça e Direitos Humanos

  • Óscar Medeiros

Roberto Raposo, ex-ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de São Tomé e Príncipe

Roberto Raposo, ex-ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de São Tomé e Príncipe

Primeira baixa do Governo de Patrice Trovoada.

O Presidente de São Tomé e Príncipe exonerou nesta quarta-feira o ministro da Ministro da Justiça e Direitos Humanos Roberto Raposo.

Manuel Pinto da Costa aceita assim a proposta enviada pelo primeiro-ministro Patrice Trovoada a 5 de Fevereiro.

Trata-se da primeira baixa do XVI Governo constitucional de São Tomé e Príncipe empossado a 29 de Novembro de 2014.

Roberto Raposo colocou o cargo à disposição do Chefe do Governo depois de ter proferido fortes críticas contra magistrados e juízes durante uma intervenção na Primeira Comissão Especializada da Assembleia Nacional.

Raposo atribuiu aos homens da lei a responsabilidade pelo estado da justiça em São Tomé e Príncipe e chamou-lhes de incompetentes.

Após a divulgação pública dessas declarações Raposo reconheceu que estava comprometido o relacionamento institucional entre o Governo e os órgãos judiciais e decidiu colocar o seu cargo à disposição do primeiro-ministro.

Patrice Trovoada deve anunciar em breve o nome do membro do Governo que vai acumular a pasta da Justiça e Direitos Humanos até nomear um novo titular.

XS
SM
MD
LG