Links de Acesso

PR guineense diz que vai ouvir forças vivas para encontrar solução para a crise política

  • Lassana Casamá

José Mário Vaz

José Mário Vaz

Em comunicado pede contenção e respeito pela legalidade aos actores políticos.

O Presidente da República da Guiné-Bissau anunciou nesta quinta-feira o início de uma série de encontros com as forças vivas para tentar encontrar uma saída para o impasse actual no país.

A iniciativa foi revelada num comunicado da Presidência da República em que José Mário Vaz pede contenção verbal dos actores envolvidos na contenda de modo a manterem a tranquilidade e a estabilidade.

O Chefe de Estado, que até aqui estava em silêncio, felicitou as Forças da Defesa e Segurança pela postura até aqui assumida e encorajou-as a manterem-se fiéis aos princípios republicanos.

José Mário Vaz também felicitou a sociedade civil e a comunidade internacional pelos esforços que estão a realizar para tentar mediar a crise.

O Presidente da República pediu na nota que os actores políticos observem as leis e as regras constitucionais do país.

Enquanto isso, o presidente da Assembleia Nacional Popular cancelou a sessão desta quinta-feira do Parlamento, alegando falta de condições de segurança e estabilidade.

Por seu lado, a Liga Guineense dos Direitos Humanos continua a desenvolver esforços para promover o diálogo entre as partes envolvidas.

O presidente da organização Augusto Mario da Silva, acompanhado dos seus colaboradores, esteve reunido esta manhã com o PAIGC, depois de ontem ter-se encontrado com o PRS e os 15 deputados expulsos do PAIGC e que viram os seus mandatos cassados pelo Parlamento.

A Liga avistou-se também hoje com o presidente da ANP Cipriano Cassamá, mas não há até agora qualquer detalhe sobre as conversas mantidas nesta quinta-feira.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG