Links de Acesso

Cabo Verde: Presidente da República defende recenseamento eleitoral obrigatório

  • Redacção VOA

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

Jorge Carlos Fonseca, Presidente de Cabo Verde

O Presidente de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, defende a realização de um recenseamento eleitoral obrigatório e apela aos cidadãos que completam 18 anos de idade para se inscreverem no processo em curso.

Após uma recente visita à Comissão Nacional de Eleições (CNE), Fonseca disse aos jornalistas que o recenseamento eleitoral deverá ser reavaliado e medidas deverão ser tomadas para acelerar o processo no país.

"Tem de se encontrar uma maneira de fazer com que o recenseamento seja obrigatório," disse Fonseca, com o argumento de que tal permitirá maior participação da população nas eleições.

Fonseca visitou a CNE para inteirar-se do recenseamento em curso, uma vez que, a 20 de Março de 2016, Cabo Verde realiza eleições legislativas. O processo arrancou tarde, o que foi motivo de preocupação, em particular no estrangeiro.

Na reforma que recomenda, Fonseca sugere que no estrangeiro, "o recenseamento seja automático numa embaixada ou num consulado."

Quanto aos que ainda não estão inscritos, o Presidente recordou que "em democracia, cada um de nós deve fazer a sua escolha e não deixar que seja feita por outros".

Reconhecendo que não participar nas eleições "tem alguma legitimidade individual", Fonseca disse que "do ponto de vista da cidadania não é bom, porque não resolve os problemas."

Na visita à CNE, Fonseca pediu também uma reflexão para a melhoria do seu desempenho, entanto que autoridade máxima das eleiçoes.

XS
SM
MD
LG