Links de Acesso

PR da Guiné-Bissau pode recusar nome de Domingos Simões Pereira

  • Alvaro Ludgero Andrade

José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira

José Mário Vaz e Domingos Simões Pereira

Crise política continua e José Mário Vaz deve proncunciar-se nas próximas 48 horas sobre proposta do PAIGC.

O Presidente da Guiné-Bissau poderá não aceitar o nome de Domingos Simões Pereira para o cargo de primeiro-ministro, como proposto pelo PAIGC.

Uma fonte próxima de José Mário Vaz disse à VOA hoje que “tendo em conta as razões apontadas para a demissão do primeiro-ministro, não vejo como é que o Presidente da República vai aceitar o seu nome”.

Frente a este cenário, a mesma fonte admite que Vaz pedirá ao PAIGC, partido mais votado nas eleições de 2014, a indicação de outro nome.

Entretanto, fontes próximas daquele partido garantem que o PAIGC irá manter o nome de Domingos Simões Pereira, o que criará um impasse político-institucional no país.

“Nesse caso, o Presidente da República pode indicar, por sua iniciativa, um deputado do PAIGC, que terá a responsabilidade de conseguir uma maioria parlamentar”, referiu a nossa fonte próxima de José Mário Vaz, lembrando que “tal já aconteceu no passado”.

Caso não for possível conseguir uma maioria parlamentar, o Presidente da República será, então, obrigado a dissolver o Parlamento e convocar eleições legislativas antecipadas.

Refira-se que hoje José Mário Vaz encontrou-se com os embaixadores de países membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, Estado Unidos, França e Rússia, e ainda da Nigéria.

Ao que a VOA conseguiu apurar, o Presidente da República deverá pronunciar-se sobre a proposta do PAIGC nas próximas 48 horas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG