Links de Acesso

Aguardam-se por centenas de jornalistas nos funerais de Fidel Castro que se prolongam por nove dias a partir de hoje.

As ruas de Havana registam um movimento tranquilo nesta segunda-feira, 28, enquanto o Governo cubano não dá início às homenagens a Fidel Castro, ex-presidente de Cuba e líder da Revolução Cubana morto na noite de sexta-feira, 25.

Ontem alguns turistas passeavam pelo centro histórico colonial da capital do país.

Na praça onde fica o Convento de São Francisco de Assis, os visitantes começam a chegar à região, onde ficam prédios e museus históricos e onde é comum ver a presença de vendedores ambulantes de comida e artesanato local.

No centro comercial ao lado, onde fica um centro de mídia usado por agências de notícias e correspondentes internacionais, está sendo aguardada a chegada massiva de jornalistas para acompanhar as homenages a Fidel, que morreu aos 90 anos.

As homenagens públicas ao líder da Revolução Cubana começam nesta segunda-feira em Havana.

As cinzas de Fidel não ficarão no centro histórico, mas no Memorial José Marti, na Praça da Revolução, que fica noutra região da cidade, e onde as cinzas de Fidel ficarão depositadas.

Hoje e amanhã, a população cubana, os turistas e os jornalistas estrangeiros vão poder acompanhar as homenagens.

A partir de quarta-feira, começa o traslado das cinzas até Santiago de Cuba.

Durante a viagem, elas vão passar por vários povos pequenos de Cuba, até chegar a Santiago de Cuba, na região de Oriente, onde nasceu Fidel Castro.

É lá que, no próximo sábado,vai haver um grande ato público e no, domingo de manhã, acontecerá o enterro destas cinzas.

XS
SM
MD
LG