Links de Acesso

Polícia da Venezuela usa Twitter para apanhar manifestantes violentos


Demonstrators who are against the Venezuelan government chant outside of the Organization of American States (OAS) during the special meeting of the Permanent Council, in Washington, April 3, 2017, to consider the recent events in Venezuela.

A polícia judiciária da Venezuela divulgou no Twitter fotos de manifestantes opositores, classificados de "geradores de violência", para solicitar informações sobre a sua localização.

Manifestantes são afastados com gás pelas forças de segurança, durante um protesto da oposiºão em Caracas, capital da Venezuela, 6 de Abril, 2017.
Manifestantes são afastados com gás pelas forças de segurança, durante um protesto da oposiºão em Caracas, capital da Venezuela, 6 de Abril, 2017.

"A fim de garantir a PAZ da Vzla, se você tiver informações sobre este gerador de violência, notifique de maneira anónima ao @0800CICPC24", afirma a legenda que acompanha sete fotos, incluindo a de duas mulheres, que foram publicadas na noite de Sexta-feira nesta rede social.

​Nesta versão digital de um cartaz de "Procurados", o nome dos suspeitos não é relatado, apenas as fotos, tiradas supostamente na manifestação da última quinta-feira em uma rodovia de Caracas, que terminou com violentos confrontos com as forças de segurança, com cerca de vinte feridos e 30 detidos.

Um jovem manifestante morreu mais tarde por um tiro disparado supostamente por um agente da polícia.

AFP

Fórum Facebook

XS
SM
MD
LG