Links de Acesso

Polícia Militar retira estudantes de escola ocupada em São Paulo

  • Redacção VOA

Os estudantes que se encontram no Centro Paula Souza, em São Paulo, Brasil, estão a ser retirados à força por um batalhão da Polícia Militar, de acordo com decisão da Justiça.

O local foi ocupado por estudantes que reinvindicam o fornecimento de refeições nas escolas desde o dia 28 de Abril.

Desde as 5 horas locais, o perímetro do edifício do Centro Paula Souza está interdito, sem acesso a jornalistas e advogados.

Quando a Polícia Militar chegou ao prédio, os estudantes aguardavam em cadeiras escolares, cantando músicas de protesto: "De repente chega a PM com a cara de mau, a bomba de gás, de efeito moral".

Na quinta-feira, 5, o desembargador Rubens Rih determinou o uso de armas letais.

Os estudantes reclamam pela melhoria da alimentação e das condições nas escolas de São Paulo.

XS
SM
MD
LG