Links de Acesso

Polícia detém dois dirigentes da Renamo por porte de armas

  • William Mapote

Afonso Dhlakama

Afonso Dhlakama

Porta-voz da Renamo diz que as armas eram para a segurança de Afonso Dhlakama e pede intervenção do Presidente da República.

Dois quadros seniores da Renamo foram detidos hoje, 1, na província de Nampula na posse de cinco armas de fogo do tipo AK47.

A Renamo diz que as armas são para a segurança de Afonso Dhlakama e por isso pede o bom senso do Presidente da República para interceder para a libertação dos seus quadros.

São os deputados Fernando Matuazanga e o delegado provincial na Zambézia Abdala Issufo detidos quando saiam da cidade de Quelimane a caminho da cidade de Nampula.

Os dois transportavam consigo cinco armas de fogo, o que terá sido a razão da sua detenção. A Renamo diz que as armas eram da segurança do seu líder e por isso reclama a libertação dos seus quadros e a devolução dos artefactos.

Saimone Macuiane diz admitir que o transporte daquelas armas não foi comunicado às autoridades policiais e socorre-se do facto de não ser a primeira vez que tal acontece para justificar a falta de comunicação.

Macuiane diz que as detenções de hoje podem não ajudar no processo de diálogo político em curso entre o Governo e a Renamo.

XS
SM
MD
LG