Links de Acesso

PGR da Guiné-Bissau ouve dois ministros por indícios de corrupção

  • Lassana Casamá

Chefe de Operações da Autoridade de Fiscalização Marítima Pedro Gomes acusado de obstruir a investigação em curso na Secretaria de Estado das Pescas foi detido.

O ministro da Economia e das Finanças, Geraldo Martins, e a ministra da Solidariedade e de Luta contra Pobreza e antiga responsável da Saúde, Valentina Mendes, da Guiné-Bissau estão a ser ouvidos neste terça-feira pela Procuradoria Geral da República (PGR) sobre um alegado caso de corrupção.

Os conteúdos destas audiências ainda não são do domínio público, mas a VOA apurou que o Ministério Publico investigar os dois governantes por alegados indicios de actos de corrupção.

Entretanto, uma fonte do Governo que pediu o anonimato diz que tudo não passa de perseguições políticas orquestradas pelo Presidente da República, José Mário Vaz.

Na base desta acusação, a mesma fonte apresenta o facto de Geraldo Martins e Valentina Mendes serem figuras muito próximas de Domingos Simões Pereira, presidente do PAIGC.

Este caso antecede a prisão ontem do Chefe de Operações da Autoridade de Fiscalização Marítima (FISCAP), Pedro Gomes, acusado de obstruir a investigação em curso na Secretaria de Estado das Pescas, sob tutela de Idelfonso Barros, outra figura próxima de Simões Pereira.

O Ministério Público é dirigido por Antônio Sedja Man, que já foi Procurador-Geral da República e Secretário Executivo da Comissão Nacional de Eleições.

Ele foi nomeado há alguns meses depois de o Presidente José Mário Vaz ter demitido o então PGR Hermenegildo Pereira, por considerar que não estava à altura das exigências do cargo.

XS
SM
MD
LG