Links de Acesso

Petição ao Tribunal Supremo para libertação de activista

  • Coque Mukuta

Activistas trajados com camisa com referência a palhaço, Angola

Activistas trajados com camisa com referência a palhaço, Angola

Francisco Gomes Macampa foi condenado por ter descrito o julgamento de activistas como uma "palhaçada"

Uma petição para a libertação de um jovem angolano preso por ter gritado durante o recente julgamento de 17 activistas foi ontem entregue ao Tribunal Supremo, em Luanda.

Trata-se do activista Francisco Gomes Macampa, que disse que o julgamento era uma "palhaçada".

A petição foi assinada por mais de 400 pessoas, entre elas estudantes, activistas, jornalistas, trabalhadores e desempregados.

Segundo Nuno Álvaro Dala um dos promotores da petição, há esperança de uma decisão favorável ao activista Macampa (Dago Nível), que cumpre uma pena de oito meses de cadeia por desrespeito ao tribunal.

Graciano Brinco, activista e amigo que visita regularmente Dago Nível, contou à VOA que ele já não acredita na sua soltura antes do fim da pena e pede apoio aos familiares para o pagamento de emolumentos judiciais.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG