Links de Acesso

Pesquisadora americana morta por manifestantes na Etiópia


manifestações, Etiópia, 2016

manifestações, Etiópia, 2016

Uma investigadora americana morreu, na Etiópia, na terça-feira, na sequência de ferimentos causados por pedras lançadas por manifestantes contra o carro no qual ela seguia, informou a Universidade de Califórnia-Davis.

Sharon Gray, disse a universidade, encontrava-se na Etiópia para encontros relacionados com a sua pesquisa na área de biologia, e viajava fora da capital Adis Abeba.

Outro pesquisador daquela univerisidade que estava na companhia de Gray não foi ferido e está de regresso aos Estados Unidos.

A Embaixada dos Estados Unidos na Etiópia confirmou que uma cidadã americana foi atingida por uma pedra e perdeu a vida, mas não divulgou o nome.

Gray é a primeira estrangeira morta nas frequentes manifestações, desde 2015, contra o governo na Etiópia.

XS
SM
MD
LG