Links de Acesso

"Pensar pelas nossas cabeças é um dos grandes legados de Amílcar Cabral", diz Iva Cabral

  • Alvaro Ludgero Andrade

Iva Cabral

Iva Cabral

O herói da luta pelas independências da Guiné-Bissau e Cabo Verde continua a ser muito estudado nas universidades africanas, europeias e americanas, e muito pouco naqueles países.

Quarenta e dois anos depois da sua morte, o pensamento de Amílcar Cabral continua a ser estudado nas principais universidades africanas, europeias e americanas. “Pensar pela nossa cabeça” é o principal legado do herói das independências da Guiné-Bissau e Cabo Verde, países onde Cabral continua a não ser valorizado, estudado e divulgado como noutros quadrantes.

Iva Cabral, filha do fundador do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde, regista este vazio naqueles dois países, principalmente em Cabo Verde, onde vive. Aqui, diz, os próprios companheiros não fizeram muito para preservar e divulgar a memória de Cabral, embora a situação tende a melhor agora.

Iva Cabral é investigadora e foi até há pouco tempo reitora da Universidade Lusófona em São Vicente, mas agora vive na Praia, a capital, onde foi abrir um campus daquele estabelecimento de ensino superior.

Nesta edição de Agenda Africana, Iva Cabral lembra também o pai que “foi muito bom” e diz que ainda hoje segue o exemplo de Cabral.

Acompanhe:

XS
SM
MD
LG